"Desde mi punto de vista –y esto puede ser algo profético y paradójico a la vez– Estados Unidos está mucho peor que América Latina. Porque Estados Unidos tiene una solución, pero en mi opinión, es una mala solución, tanto para ellos como para el mundo en general. En cambio, en América Latina no hay soluciones, sólo problemas; pero por más doloroso que sea, es mejor tener problemas que tener una mala solución para el futuro de la historia."

Ignácio Ellacuría


O que iremos fazer hoje, Cérebro?

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Jeca Tatu; o brasileiro na visão de Monteiro Lobato


Um comentário:

Edinho disse...

Professor Corival, boa noite!

Eu, Edson Chapine do 1º período de RI da Unibero gostaria de agradecer por esta imagem postada. Ela reforça o texto que estudamos na última segunda (18/02), "Quem fomos nós", que a propósito foi muito enriquecedor.

A personagem de Lobato, Jeca Tatú, nos levou a refletir a qual ponto o povo brasileiro chegou, tornando-se passivo, acomodado e desmotivado pelas circunstâncias que lhe foram impostas e muitas das quais ele mesmo aceitou. Porém, Lobato mostrando por um outro ângulo defende que não precisamos ser assim e que temos potencial para mudar este nosso quadro. Mas eis a questão. "Será que estamos realmente dispostos a fazer a diferença e trazer uma mudança à nós mesmos? Mudança na qual renovaria a nossa mente e transformasse o conceito que temos de nós?" Infelizmente esta é a imagem que muitos carregam dentro de si, que somos coitados e os mais dignos de pena. "E esta é a gente que tem a pobreza dentro de si."

É muito bom saber que o sr tem este blog para debate, isto ajuda a fixar o que vemos em sala e até mesmo aquilo que acompanhamos na mídia,seja escrita ou audiovisual.

Até breve.

Edson Chapine
1º período de RI - Unibero