"Desde mi punto de vista –y esto puede ser algo profético y paradójico a la vez– Estados Unidos está mucho peor que América Latina. Porque Estados Unidos tiene una solución, pero en mi opinión, es una mala solución, tanto para ellos como para el mundo en general. En cambio, en América Latina no hay soluciones, sólo problemas; pero por más doloroso que sea, es mejor tener problemas que tener una mala solución para el futuro de la historia."

Ignácio Ellacuría


O que iremos fazer hoje, Cérebro?

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Matar o Bush de raiva

Venezuela vai doar lâmpadas para pobres dos EUA

O governo da Venezuela vai distribuir lâmpadas de baixo consumo de energia em comunidades pobres de 11 cidades americanas, entre elas a capital, Washington.
Segundo as autoridades, a medida faz parte do programa Missão para Revolução Energética, que visa a ajudar pessoas de baixa renda a diminuir o consumo de energia.
O projeto, que já está em andamento na Venezuela, está sendo financiado com o dinheiro das vendas de petróleo.
Segundo correspondente da BBC em Caracas James Ingham, 60 milhões de lâmpadas econômicas já foram doadas a comunidades carentes venezuelanas. O governo espera que o consumo de energia no país seja reduzido em 5%.
Nos Estados Unidos, o governo do presidente Hugo Chávez deve distribuir 500 mil lâmpadas para residentes de 11 cidades, o que deve resultar em uma economia de US$ 15 milhões (cerca de R$ 25 milhões) ao longo dos dez anos de vida útil das lâmpadas. A Venezuela tem uma das maiores reservas petrolíferas do mundo e há cinco anos vem aplicando parte dos lucros obtidos com a exportação da commodity em programas sociais. Além do programa de distribuição de lâmpadas, Chávez também fornece petróleo a baixo custo para vários países, incluindo a Grã-Bretanha, que compra combustível venezuelano a baixo custo e repassa o desconto para usuários de baixa renda no transporte público.
Críticos dizem que, por trás da iniciativa, o objetivo do país é fazer propaganda política.

Um comentário:

Bruna Sobral disse...

Nossa!! Hahahahaha.

POde ser um equívoco da minha parte, mas isso está me parecendo mais um provocação do tipo: "A população do país imperialista precisa ter ajuda de nós, em desenvolvimento, por que o governo deles, não é preocupado com uma causa social que ajude os que necessitam."
REalmente é para matar o Bush de raiva...e digo mais, tentar garantir Chavez no poder. Só não desobri ainda se isso é pra ria ou pra chorar.